Oba!

Postado em 09/11/2012, 16:44


7

Após 13 anos como colunista social (meu grande prazer), atuando como membro de renomadas associações jornalísticas do Brasil e do mundo, organizando ótimos eventos em Angra dos Reis, amigo de vários famosos e jornalistas do eixo Rio-São Paulo, eis que tenho um novo prazer: escrever sobre casamentos e grandes recepções, meu novo objeto de desejo e estudo. Espero que gostem... 

Táxi na porta

Nada mais chato que ir a uma festa e não ter como voltar pra casa. Ou não poder beber e se divertir em uma festa alegre. Ter um bom serviço de táxi à disposição dos convidados é mais que necessário. Uma ótima dica é organizar um “esqueminha” com uma cooperativa para que eles possam estar disponíveis em quantidade na saída do evento. 

Save the date!

Casamento dos mais esperados de Angra é o de Juliana Souza e Gabriel Rabha. Ela, lha de Beth e Teó­ lo Souza. Ele, da ex-vereadora e candidata à prefeitura da cidade em 2012, Conceição Rabha. O enlace será no dia 26 de maio de 2012. 

Amei!

Fui ao casamento de uma grande amiga em Manaus e no final da festa, quando recebemos o carro da empresa de vallet, nos deparamos com o jornal do dia seguinte no banco, enlaçado por uma bela ­ ta. O luxo dos luxos! 

Estrutura dos sonhos

O Hotel Portobello, na divisa de Angra e Mangaratiba, tem sido o destino preferido dos noivos da capital fluminense que casam na Costa Verde. O motivo: a excelente estrutura oferecida para a ocasião. O hotel se preparou bastante e tem de tudo para atender noivos e convidados.

 O máximo!

Optar por um segundo vestido - para ser usado na festa - é uma ótima solução para quem quer curtir e se esbaldar. Um modelo desdobrado do usado na cerimônia é o que há de mais chique e confortável.

 Laços familiares

Desentendimentos familiares são questões delicadas. No caso de separação na família, na igreja a noiva entra de braços com o pai, que sentará ao lado de seu respectivo par.

 Ui!

Frase que assusta: “Nunca vi ninguém que pega o buquê da noiva casar depois”, da jornalista global Glória Maria.

 Cuidado!

- Noivo que ­ ca suando o tempo todo é um horror! Lencinho no bolso sempre!

- Casamento no alto verão é um perigo. Eu, particularmente, não acho uma boa data. Os convidados, tadinhos!, sofrem. Os homens, de terno, nem se fala. Quem casar nesta data deve usar e abusar da refrigeração. Se possível, arcondicionado até na igreja. O ideal é esperar por um mês mais ameno para casar...

- Ao contrário do que muitos noivos acreditam, o chique é ter apenas um tipo de espumante. Ter muitas qualidades não é bacana...

- Deixar faltar os milagrosos remedinhos no banheiro é falha das grandes. Para quem gosta de uns drinks a mais, Engov no banheiro é imprescindível.


Chique!

Postado em 12/11/2012, 09:50


Chique! 

Combinar a cor do vestido da madrinha com a cor da gravata do padrinho está super em alta. Experimente!

Ecad nos casamentos

Muitos casais têm dúvidas em relação à taxa cobrada pelo Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), referente aos direitos autorais das músicas tocadas durante a cerimônia de casamento. Em recente entendimento jurídico no Estado do Rio de Janeiro ficou acertado que o Ecad deve cobrar apenas as festas de promoção pública; portanto, no caso dos noivos, há a possibilidade de recuperar o valor pago ao Ecad, e, ainda, ser indenizado por danos morais. Mas, se o pagamento do valor cobrado ainda não tiver sido realizado, há a possibilidade de ajuizar “Ação Declaratória de Inexistência de Débito” para tentar afastar a exigência desse pagamento indevido, o que pode ser feito perante um Juizado Especial, sem a necessidade de contratação de advogado. 

Em mãos 

Na minha simples opinião entregar convites de casamento pelos Correios deve ser a última opção para os noivos. Entregar o convite em mãos é a melhor opção. Para padrinhos e avós, é obrigatório. Uma segunda opção pode ser o serviço de motoboy – assim dá para você ter um protocolo e a certeza de que o convite chegou ao destinatário. Por e-mail, fora de cogitação.

Toques

 • De acordo com a etiqueta quem deve arcar com as despesas da roupa e acessórios de daminhas e pajens é a noiva. E ponto.
• A moda de trocar o vestido de noiva por um mais curto antes de entrar na festa já passou.
• Ao subscrever o convite e o cartão de agradecimento, o tradicional pede o nome do marido primeiro, depois o da mulher.
• A famosa “retrospectiva” está caindo no desgosto dos casais. Hoje, muitos preferem passar uma seleção de fotos durante a festa toda.

Que desagradável!

Não existe um número ideal de padrinhos. O que existe é bom senso. Um ponto importante a observar é em relação ao tamanho do altar. Se o altar for pequeno não adianta ter um monte de casais espremidos. Fica muito feio e desconfortável.

Função das madrinhas

Organizam o chá de cozinha; acompanham a noiva nas provas do vestido; fazem o dia da noiva junto com ela; escrevem um pequeno discurso ou preparam uma surpresa para os noivos na recepção; ajudam a noiva ir ao banheiro durante a recepção; decoram o carro dos noivos na saída; ajudam com os cartões de agradecimento após o casamento. Muito mais do que se imagina, viram?!

Pajens em alta

Os pajens estão em alta nos casamentos. Muitas noivas estão preferindo ter apenas meninos levando as alianças ou anunciando a sua entrada. Há algum tempo as daminhas estavam na maioria dos casamentos. Enquanto isso, as floristas estão menos frequentes, pois, muitas igrejas e alguns decoradores não permitem que pétalas sejam jogadas sobre o tapete.

As presenças

Uma noiva me disse que fechou bufê para 200 convidados, mas, na lista dela já tinha 300 pessoas. Cuidado, querida! Não se ache a esperta pensando que dessa forma gastará menos. Se numa festa tiver muito mais convidados do que o combinado, o resultado será fatídico. Alguns noivos convidam já contando que tal pessoa não irá. Em geral, de 15 a 20% da sua lista de convidados faltarão – mesmo após RSVP. Muita gente tem vergonha de dizer que não irá, confirma presença e não aparece. Além, é claro, dos imprevistos.

Caixinha de doces

Adoro quando vou a um casamento e encontro uma caixinha ao lado da mesa de doces: assim os convidados levam, sem problemas, o seu doce favorito.

Destination wedding

Perguntou a leitora Priscila Aragão, de Volta Redonda: “Andrei, farei meu casamento fora de minha cidade. Quem deve pagar pelo transporte e hospedagem dos convidados?” Resposta: Priscila, em princípio, os seus convidados devem arcar com as despesas. Entretanto, os noivos devem facilitar ao máximo, informando itinerários, horários de ônibus (ou voo), distâncias, mapas etc. Para ficar ainda mais simpático, os noivos devem negociar com um hotel tarifas especiais. É muito gentil, também, oferecer o café da manhã ou o almoço do dia seguinte.

Amo! 

Os brigadeiros já fazem parte do mundo dos casamentos. Hoje existem os brigadeiros gourmet com diversos sabores misturados ao delicioso ingrediente do chocolate. Sucesso na certa. 

Se não gosta, não dance

Não se sintam obrigados a dançar só porque é tradicional a dança dos noivos em um casamento. As tradições só devem ocorrer no seu casamento se realmente significam algo para vocês.

Obrigado!

Minha primeira coluna na edição passada superou em comentários. Imensamente feliz!